Comunismo. A ideia da igualdade universal

Comunismo. A ideia da igualdade universal

A ideia  da igualdade universal



O comunismo origina do latin (do latim communis - comum, universal) é um sistema socioeconômico estruturado em torno da propriedade comum dos meios de produção e caracterizado pela ausência de classes, dinheiro, mercados e Estado, bem como ideologia e movimento social, político e econômico que visa estabelecer esta ordem social. O movimento para desenvolver o comunismo, em suas interpretações marxista-leninistas, influenciou significativamente a história do século XX, que viu intensa rivalidade entre os Estados comunistas no bloco oriental e os Estados capitalistas do mundo ocidental.
Na concepção marxista do comunismo, à medida que avanços tecnológicos e organizacionais nas forças produtivas permitem uma superabundância, os artigos de consumo tornam-se livremente acessíveis permitindo a distribuição de acordo com a necessidade. Como resultado, não haverá mais uso para o dinheiro e os mercados, enquanto as distinções de classe baseadas na propriedade da propriedade produtiva deixam de existir. Karl Marx referiu-se ao comunismo de fase mais alta como uma etapa específica do desenvolvimento histórico que inevitavelmente emerge do desenvolvimento das forças produtivas, permitindo relações sociais baseadas na livre associação. A teoria marxista sustenta que a fase inferior do comunismo, conhecido coloquialmente como socialismo, sendo a nova sociedade estabelecida após a derrubada do capitalismo, é uma fase de transição na evolução social humana e dará origem a uma sociedade plenamente comunista, na qual a divisão do trabalho não está mais presente.

O leninismo refere-se ao princípio organizacional do partido de vanguarda como uma estratégia revolucionária tanto para alcançar a revolução como para assegurar o poder político após a revolução no interesse da classe trabalhadora. O marxismo-leninismo é uma combinação da teoria marxista com os princípios organizacionais leninistas e a teoria de Lenin do imperialismo, que formou a base de todos os estados comunistas existentes no século XX.